Mudança | Uma Breve Reflexão

mudança

Em geral, existe um grande medo e insegurança quando o assunto é mudança, mas não deveria haver. Sem mudança não há crescimento, nem evolução. A oportunidade de mudança é uma coisa amiga, uma oportunidade de renovação, de que as coisas mudem para melhor. Só se melhora no novo (sim.. também pode piorar, mas não é o nosso foco, certo?). Nessas horas precisa haver muita atenção com o medo que vem travestido como uma segurança, só que é falsa. Ele apela de formas baixas para manter a conhecida zona de conforto. Só que assim não há crescimento. Contraditório ao que se ouve, o medo é uma força. Nada errado com a zona de conforto, é até mesmo necessária. O que deve ter atenção é com o que é produzido nesta zona de conforto. Esse, o grande X da questão.

Quando um ciclo termina, isso é sinal de início de outro ciclo (sempre). A vida não acaba, tudo se desintegra para simplesmente se reintegrar melhor mais adiante. É claro que saber disso não elimina as naturais dúvidas, inseguranças, confusões e deve haver conscientização disso. Há uma natural ansiedade que acompanha toda e qualquer mudança. Até mesmo aquela mudança para melhor, como, por exemplo, mudar para uma casa maior e mais bonita, um novo “job”, que tem mais a ver e acompanhado de uma melhor remuneração. Mesmo assim, ainda fica um pouco de ansiedade, um certo transtorno íntimo.

O potencial destes momentos é de uma grandeza impressionante, mas que pode não ser reconhecido tão prontamente. E dependendo da coragem de “testar”, de seguir a própria intuição, de abandonar a velha e conhecida casca que leva aquela limitada zona de conforto, a mente pode ficar obscurecida pelo medo, ou mesmo pela dificuldade em entender a importância desta transformação.

Parecerá, algumas vezes, que é vítima de um destino. E É.

O destino é aquela parte nossa que sabe mais das coisas do que nós mesmos. São as oportunidades que precisam ser aproveitadas e bem trabalhadas para que haja a boa continuidade evolutiva. O que existe dentro de você escancara as portas da transformação em sua vida. Busque entender e enfrentar o medo que se encontra por trás da falta de ação para que a mudança se realize. Pode ser que um futuro jamais imaginado e tão ansiado esteja sendo mal administrado.

Relaxe, aproveite e goze! Sem MEDO!

Grande Abraço

reciclar2

Ansiedade…

relógio_ondulaçõesMais uma vez, Daniel olha para o relógio, nervoso por ela ainda não ter chegado. Se passaram mais de vinte minutos.

– Coisas de mulher – pensa.

Distraído com seus pensamentos, não percebe o garçom trazer o cardápio e coloca-lo à sua frente. Quando se dá conta, olha sem vontade, com a ansiedade lhe tirando toda e qualquer fome. Entrelaça os dedos enquanto olha para os lados… nada dela surgir. Tem ímpeto de ligar, perguntar aonde ela está, segura a ansiedade pensando que seria precipitado e uma negativa mensagem. Precisa aprender a esperar, ficar mais calmo.

Repara no restaurante com poucas pessoas. Na mesa ao lado um homem lê uma revista, duas mesas à esquerda uma bonita mulher lhe sorri ao ver que ele olha em sua direção. Ele desvia o olhar sem retribuir, sua atenção é para a chegada dela.

Pensa no que fazer caso ela não apareça.

– Saber esperar é uma arte.

Olha para o homem na mesa ao lado, de onde veio o comentário, ele continua olhando para a revista. Sorri meio acabrunhado e responde:

– Se pelo menos temos a certeza de ser só um atraso… – fala com nervoso sorriso.

– Pois é, nestas horas temos a tendência de pensar o pior. Porque será?

– Deve ser por autoproteção. – responde, meio inseguro.

– Ou de baixa autoestima.

Daniel se surpreende com a resposta e não gosta do que ouve.

– Porque pensa isso? – pergunta com uma ponta de indignação.

– E não é? Quem tem segurança em si, não tem medo da perda, ainda mais de algo que nem é seu.

A surpresa aumenta como se a frase fosse dita para ele.

– Eu não tenho medo da perda.

– Não estamos falando de você… ou estamos? – vira-se para Daniel, desviando os olhos da revista.

Daniel o olha, ele continua:

– Toda ansiedade tem um medo como companhia. Ela não é causa é consequência. Seus filhos são as fantasias e elas interferem nas boas decisões.

Daniel o escuta, sente-se curioso…

em Anonimato

Desafios & Oportunidades

surreal

Há pouco tempo, em uma rede social, li uma frase que dizia: “Quanto mais desafios você encontrar mais forte você será”.

Nada errado, mas concordo em parte, pois vejo como insuficiente.

Desafios não significam necessariamente aprendizados ou aproveitamentos. Eles são conjunturas que cada um encontra conforme a própria história. O que e como será feito, virá da vontade e do caráter pessoal, que determinam as conquistas a serem atingidas. A grande (massacrante) maioria encontra com seus desafios (oportunidades) e vira as costas para eles. Os veem como problemas, os tratam de maneira indevida – o que não gera resultado, tampouco aprendizado, retirando a possibilidade da pessoa ficar mais forte. Só têm olhos para as “boas” oportunidades, prontas de preferência.

É assim que aparece a desilusão e outra perda de oportunidade. Desilusão é a retirada da ilusão – é boa, não é ruim. Quando chega a desilusão, se desfaz o véu do que estava sendo visto e tratado de forma inadequada, com perspectivas e resultados ilusórios.

Como escrevi no meu livro Anonimato: Boas oportunidades vêm mascaradas. São desafios em forma de “problemas”.

Grandes desafios vêm através de pessoas ou situações difíceis, que inevitavelmente passam pela vida de qualquer um. São aqueles que mais ensinam, apesar de não serem vistos desta forma. A ideia é que cada pessoa ou situação que boicota esforços, tem algo a ensinar, a função de testar a paciência, a força, o caráter e a coerência para dinamizar e acelerar o processo de crescimento interior. Ficar consciente deste processo traz consideráveis benefícios.

No livro “O Fogo Interior” Carlos Castaneda aborda algumas destas grandes oportunidades. As chama de “pequenos tiranos”, conceito aprendido com Don Juan Maltus, um velho índio Yaqui, em sua busca pela libertação íntima. Vale a pesquisa!

 

Cast-FogoInterior

Não são os desafios que deixam a pessoa mais forte. Ela se fortalece e cresce quando muda seus paradigmas e transforma os “problemas” em oportunidades. O que faz de uma pessoa uma pessoa de valor está além das escolhas que ela faz. É como ela decide (intencionalidade) que estas escolhas irão terminar e o caminho para atingir este objetivo.

Ela não desiste, fica mais forte, se torna uma consciência mais saudável e conquista melhores resultados.

“Um erro é uma oportunidade de mudança em andamento.”

Curta, que quando você curte você mexe com a gente! 😉

🚮

Reorganizando…

Um grande número de pessoas (sutil) ainda mantêm pensamentos e sentimentos forjados em valores e paradigmas ultrapassados, inconsistentes com o mundo atual. Como não se reciclam, com medo do autoenfrentamento, os veem como o melhor modelo pensênico*.

Esta renovação ajuda (e muito) aos diversos relacionamentos (social, afetiva, pessoal, profissional). Com menor envolvimento emocional, vem melhor e maior discernimento para lidar com eles no dia-a-dia.

Tem que estar disposta a se conhecer e enfrentar, lutar e estar atenta para as mudanças de valores que farão crescer como pessoa, trazendo melhores resultados. Não será de uma hora para outra e vale ressaltar que, melhores resultados não estão ligados a conquistas materiais, mais dinheiro, poder ou fama, mas sim a felicidade e paz íntima.

Dinheiro não é objetivo e deve ser uma boa (e necessária) consequência do desenvolvimento de algo feito com amor e identificação. Assim á alcançado um trinômio ansiado por muitos e desfrutado por poucos: Motivação – Trabalho – Lazer.

Há que buscar ser diferente na forma de pensar e interagir, pois se for “no bico” da maioria (síndrome da boiada), vai ter os mesmos resultados dela (a maioria), o que vamos e convenhamos é medíocre (médio) e com alto grau de infelicidade.

Ser uma pessoa melhor e conquistar melhores resultados vale cada gota de suor nesta busca.

* pensênico – nível ou qualidade da manifestação dos pensamentos, sentimentos e energia de uma pessoa ou ambiente específico.

 

Curta, que quando você curte você mexe com a gente! 😉

Anonimato | Ebook

“Superar limites, na busca de realizar o propósito de vida, não é para qualquer um.”

ANONIMATO_CapaA vida, com seus irônicos ensinamentos, se encarrega de unir destinos em torno de um objetivo. Cabe a cada pessoa entender o seu papel e real participação neste grande mecanismo.

Hauker, portador de uma rara doença que a medicina não consegue explicar, vive preso em sua cadeira de rodas. Dono de extraordinária inteligência, vive sozinho, encarcerado em seus pensamentos, incapaz de se comunicar é obrigado a conviver com futilidades humanas. Mas ele está prestes a descobrir algo inimaginável.

Madeleine encontrou o amor e aprendeu que ele não é uma descoberta, mas uma construção a dois. Vítima de uma grande traição, terá que lidar com seus piores sentimentos; Aron, mestre em adiar importantes decisões, acredita que a vida lhe trará respostas sem que se esforce para encontrá-las; Daniel é um cara atraente e bem sucedido profissionalmente. Apesar da boa aparência é inseguro e ansioso, o que não lhe ajuda quando encontra a mulher dos seus sonhos.

Eles precisam rever as falsas premissas que regem suas vidas, impostas pela duvidosa sabedoria popular, para obterem uma compreensão mais clara do que realmente acreditam. Neste caminho, terão que lidar com as manipulações de incorpóreos seres que planejam destruir seus planos.

No meio deste turbilhão surge um carismático e enigmático homem, em completo anonimato, com uma original forma de pensar. As respostas que eles encontram surpreenderão você e, provavelmente, o transformarão tanto quanto a eles.

clique aqui para aquisição do livro/ebook.